Viagem de Motorhome – 10 dias com a família entre Nevada e Arizona | Por Gabriel Aquino

0 52

Lá vai um textão para compartilhar nossa primeira experiência em uma viagem de motorhome entre Nevada e Arizona. Vou deixar algumas dicas e aprendizados que tive e, se tiver alguma dúvida ou percepção diferente, compartilha com a gente para trocarmos experiências. 🙂

A viagem teve duração de 10 dias a começar por Las Vegas. Passamos por Williams e conhecemos o Bearizona Wildlife Park. Além disso, Grand Canyon, Sedona, Page sentido a Zion e, então, voltamos para a Sin City.

 

Dicas na hora de alugar o motorhome e cair na estrada

O dia de pegar o motorhome para nós foi muito excitante. Não sabíamos se iríamos conseguir dirigir aquela casinha e cuidar de tudo que ele exige como casinha. Havíamos assistido a vários vídeos no YouTube com dicas de motorhome nos EUA e sobre perrengues dos primeiros viajantes, mas nada é igual a quando se faz ao vivo.

Alugamos um classe C standard, que cabem 5 pessoas… éramos 3, mas na nossa opinião, se viajar com mais, sugerimos um classe C large, pois o conforto é garantido.

Para alugar um motorhome é muito simples. Assistimos a um vídeo de orientação de 30 minutos em uma salinha e depois um atendente irá acompanhá-lo para explicar todos os detalhes de seu funcionamento.

Ela marca no checklist os defeitos encontrados, que no nosso caso era um trinco pequeno no para-brisa, um arranhão em um dos armários e o para-choque traseiro um pouco dobrado. Sugerimos que observe alguns detalhes:

  • Abertura de porta do banheiro;
  • Se a porta da casinha fecha por dentro e por fora;
  • Se as cortinas estão firmes;
  • Se os aparelhos estão ok.

Não tenha pressa nessa hora, pois é importante verificar se há algum problema e tirar as todas as dúvidas. 😉

Kit Starter: Recebemos um kit inicial com um papel higiênico, pilha reserva para os sensores de fumaça, tablete de higienização do tanque de esgoto e alguns guias do estado de Nevada e do KOA Campgrounds.

 

Parte 01: Las Vegas, Williams e Grand Canyon

Pensamos em economizar e ficar a primeira noite no estacionamento do Walmart, mas como estávamos no período de inverno, Las Vegas faz frio de 2ºC à noite. Então precisávamos de aquecimento durante toda a noite. Para isso, era necessário conectar nossa casinha à energia elétrica – coisa que não havia no Walmart.

Ligamos para alguns Walmart Supercenters, que são os que permitem o overnight de motorhomes, mas eles disseram que poderíamos ficar por sua própria conta e risco. Bom, isso não nos deixou muito tranquilos para uma primeira noite na casinha, mesmo sabendo que teríamos viajantes vizinhos pernoitando no mesmo Walmart.

Pesquisamos e encontramos o Duck Creek RV Park, que fica em Henderson, que era perto de onde alugamos o motorhome – é bem baratinho e completo. Nossa expectativa no inverno era que os RV Parks estivessem vazios, pois era baixa temporada… Que nada! Nesse RV Park, por exemplo, só havia uma vaga, pois, como ele é na cidade, a maioria estava ocupada por snowbirds, que são famílias que moram nos estados mais ao norte e descem para passar o inverno ao sul.

Também há famílias que realmente moram lá com seu carro-casa e trabalham na cidade. É impressionante, parece um condomínio fechado de carros-casa. Conectamos a água/eletricidade/esgoto da nossa casinha e passamos quentinhos a noite, bem silencioso, pois não é próximo a autoestradas.

 

Descobrindo a nossa rotina em uma road trip de motorhome

Geralmente, recomendam que no dia do pick-up você não pegue a estrada por várias horas até seu primeiro destino. A ideia é se acostumar com a dirigibilidade do veículo e evitar pegar estrada à noite. Como pressa não combina com esse tipo de viagem, optamos por fazer compras no Walmart tranquilamente e dormir a primeira noite na própria cidade do pick-up. Assim, poderíamos até conhecer a rotina de um RV Park:

  • Como realizar um check-in;
  • Aprender a nos comunicar para estacionar de ré (a vaga era do tipo back in);
  • Conhecer os serviços, como: lavanderia, banheiro com chuveiros, piscina e hot tubs.

Em nossa viagem de motorhome optamos por algo que nunca havíamos feito antes, que era não reservar quase local algum nos destinos que escolhemos. Nossa viagem seria no meio de um feriadão americano, então reservamos com antecedência apenas o camping dentro do Parque Nacional do Grand Canyon.

De qualquer maneira, ainda no Walmart, ligamos para alguns RV Parks no nosso primeiro destino, em Williams. Acreditem… quase todos estavam lotados devido ao feriado. Ficou tenso, pois a previsão era de -3°C à noite e teríamos que ligar nossa casinha na eletricidade… mas vou falar disso mais adiante.

 

O nosso primeiro dia na estrada rumo a Williams, AZ

Seguimos de Henderson, cidade vizinha a Las Vegas, para Williams, no Arizona. Usamos o Google Maps pelo celular com um chip da T-Mobile sem problemas. Recomendo comprar um chip de celular para usar nos EUA, pois isso permite economizar e evitar desencontros.

Foram um total de 330 km, onde o Google Maps mostrava uma média de 3 horas de viagem. Porém, considerando que você está levando sua casa nas costas, pode adicionar 1 hora tranquilo.

Apesar do tamanho, o motorhome desenvolve bem na estrada, chegando a 65 mph (100 km/h) sem problemas. A partir de 75 mph (120 km/h) ele já começa a dar uma tremida, então preferimos a segurança das 65 a 70 mph, mesmo quando a estrada permitia mais.

 

Dicas para dirigir com cuidado o motorhome

Um cuidado importante é manter bem as mãos ao volante. O motorhome é um veículo de perfil alto, qualquer rajada mais forte de vento ou ultrapassagem de caminhões ou carros maiores, sacodem ele, e você deve corrigir um pouco a direção.

Quando vimos a rota pelo Google Maps na Interestadual 40, pensamos que seria plana e tranquila, mas pegamos trechos de serra com caminhões gigantes por todos os lados, nos ultrapassando a mais de 120 km/h. Uma das coisas que aprendemos na estrada em nossa viagem de motorhome é que deve-se deixar o orgulho de lado. Deixe que eles ultrapassem e se mandem na sua frente. Afinal, você tem uma casa na estrada, coisa que eles não têm.

Durante nossos pipi-breaks – temos banheiro na nossa casa, nada de posto! -, sempre parávamos na baixada de uma estrada, para poder ter visão e tempo suficiente para voltar à estrada. O engraçado é você estar no banheirinho e os caminhões passando pela estrada e sacudindo o carro-casa com o vento. Alguns até faziam questão de ir para a faixa da esquerda, para não passar tão próximos do nosso carro-casa estacionado no acostamento da Interestadual.

Chegando em Williams, vagamos por alguns RV Parks, porém, ou estavam lotados ou fechados fora de temporada. Conseguimos vaga no Grand Canyon Railway RV Park and Hotel, com full hookup (vaga com ligação de água, eletricidade e esgoto), hot tubs, restaurantes, piscina e curtimos a cidade de Williams durante a tarde, procurando a famosa foto no símbolo da rota 66.

À noite, saímos a pé para a rota 66, que fica bem pertinho do RV Park. Fazia muito frio, mas, mesmo assim, as ruas da rota 66 de Williams atraíram turistas com seus neons, passeios de charrete e lojinhas com souvenirs maneiros.

 

Diversão no Bearizona Wildlife Park e partiu Grand Canyon

Dormimos bem, apesar do trem que passou buzinando pelo menos uma vez, pois o RV Park fica próximo à linha do trem. Acordamos cedinho e o céu estava azul e ensolarado, apesar de frio. Desconectamos nosso carro-casa e nos mandamos para o Bearizona Wildlife Park, um zoológico que fica em Williams. Aproveitamos a promoção do domingão e fizemos os dois passeios disponíveis: drive through e o walk through.

Drive Trough

Com o Drive Through você dirige seu próprio carro por meio de recintos abertos dos animais, que ficam soltos. Você deve manter vidros fechados e portas travadas, e a estradinha permite que você encoste seu veículo para apreciar com calma cada animal.

Há ainda loops, onde você pode contornar e passar mais uma vez pelo mesmo local. Vimos cervos, lobos, filhotes de urso, grandes ursos, bisões muito próximos do nosso veículo. Recomendamos chegar ao parque logo no início da manhã e fazer o passeio sem pressa, deixando passar aqueles carros que estejam mais apressados.

 

Walk Through

Ao final do drive through há um estacionamento grande onde se pode parar para ir para o Walk Through. É muito parecido como um zoo tradicional, mas com a vantagem de ter uma floresta de coníferas para embelezar a paisagem. Vale a pena visitar a lojinha… há camisetas, adesivos para carros e imãs com alusões engraçadas sobre ursos e lobos. Você encontra até utensílios de cozinha com formato de garras de urso para desfiar seu frango como um selvagem! 😛

Ficamos impressionados com o recinto do cougar e soubemos que alguns dos animais do zoo são resgatados para cuidados especiais. Há também uma fazendinha com ovelhas e cabras, onde as crianças podem pegar escovas para ficar acariciando estes animais de bola de pelo. Na saída há até higienizadores para mãos, para você não ficar cheirando a bode.

[…] Continua […]

O terceiro dia da nossa viagem de motorhome pelo Grand Canyon foi um misto de emoções e tensões, mas vou contar detalhes na segunda parte dessa aventura com a minha família.

– – – – – – – – – – –

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos ou mande novas sugestões, pois ficaremos felizes em escrever novos conteúdos para você.

Siga-nos nas redes sociais. 😉



🎟 Compre sua viagem e seus tickets com uma agência especializada

Passagem aérea ▸ Ticket dos Parques ▸ Aluguel de Carro ▸ Seguro viagem

Virazóm Viagens (VMZ viagens)
Tel.: (16) 3623-7111
cdc@vmzviagens.com.br

Quem participa do nosso grupo no Facebook,
tem preços e condições especiais com a Vmz. Aproveite!

Comentários
Carregando...